Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Prepare-se

Star Wars | Despedidas antes da hora

por André Sobreiro comentários

Carrie Fisher se despediu de nós no final do ano passado. Mas para os fãs da nossa General Organa, ainda restou a chance de uma última exibição em Star Wars: Os Últimos Jedi. A morte da atriz, que estava prevista em mais um filme pelo menos, pode ter alterado os rumos da saga, mas não é a primeira vez que isso acontece.

Despedida01

Paul Walker em Velozes e Furiosos 7

Um dos astros da franquia morreu em 2013 em um acidente, durante as filmagens. O resultado foi que, além de ter o cronograma de gravação e lançamento alterados, o filme precisou fazer malabarismos. Além de ter sido recriado digitalmente em algumas cenas, Walker ainda contou com seus dois irmãos, Cody e Caleb Walker, como dublês em algumas cenas.

despedida02

Heath Ledger em O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus

Astro em ascensão, Ledger morreu durante as filmagens de Parnassus. A solução foi promover mudanças no roteiro e Jude Law, Colin Farrell e Johnny Depp assumiram o mesmo personagens em fases distintas de sua jornada. Os três ainda doaram seus cachês para a filha do ator, Matilda. Vale destacar que o ator faleceu antes de seu maior papel, o Coringa, ser exibido nos cinemas.

despedida03

Bruce Lee e Brandon Lee em Operação Dragão e O Corvo

Aqui o azar é quase genético. Enquanto Bruce morreu após encerrar Operação Dragão – só faltavam algumas dublagens – seu filho Brandon morreu por acidente. Uma bala real estava na arma que ele usaria em cena. No primeiro caso, o filme foi lançado e ainda foi feito um seguinte, apenas com cenas de arquivo do ator. Já O Corvo recorreu a vários dublês para chegar aos cinemas.

despedida04

Philip Seymour Hoffman em Jogos Vorazes

O ator faleceu antes de encerrar sua participação na saga. Mas ainda restavam poucas cenas e a solução encontrada foi a recriação digital em uma delas e, nas demais, ou ele foi cortado, ou inserido apenas em segundo plano.

despedida05

Marilyn Monroe em Something’s Got to Give

Aqui o caso é outro. Marilyn foi demitida do filme semanas antes de seu falecimento, até hoje sem causa exata. Seu coprotagonista Dean Martin, que sempre declarou que só faria o filme com a estrela, acabou vendo isso acontecer e o projeto ser arquivado com 37 minutos gravados. Essas cenas podem ser vistas no documentário Marilyn Monroe: The Final Days.

Studio na Colab55
André Sobreiro
André Sobreiro

Jornalista, daqueles que acredita no momento mágico em que as luzes do cinema se apagam e o filme vira a realidade

Veja todos os posts de André Sobreiro
Comentários
Follow my blog with Bloglovin