Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Colunas

Cine Nerd | Liga da Justiça

por Igor Appolinario comentários

“- I’m putting together a team of people with special abilities. See, I believe enemies are coming…
– Stop right there. I’m in.”
– Bruce Wayne (Ben Affleck) & Barry Allen (Ezra Miller)

liga01

Olá Nerds!

Na corrida pelo dinheiro nerd que vem fluindo para o cinema, a Warner Bros. trouxe às telonas a sua super-equipe com Liga da Justiça (Justice League, 2017). Batman (Ben Affleck), atormentando pelos sonhos apocalípticos que teve no último filme da DC, planeja recrutar um time de heróis para proteger o planeta. Com a ajuda da Mulher-Maravilha (Gal Gadot), ele encontra Flash (Ezra Miller), Aquaman (Jason Momoa) e Ciborgue (Ray Fisher) a tempo de enfrentar a invasão comandada por Steppenwolf (Ciarán Hinds).

giphy

Zack Snyder, diretor de O Homem de Aço (2013) e Batman vs. Superman: A Origem da Justiça (2016), retornou para este que seria o verdadeiro pontapé inicial do Universo Estendido da DC nos cinemas. Porém, ele e sua esposa Deborah Snyder, produtora do filme, deixaram a pós-produção do filme em março de 2017, após o trágico suicídio de sua filha. Assim Joss Whedon, diretor de Os Vingadores (2012) e Vingadores: Era de Ultron (2015) – que já estava na DC para produzir e dirigir um filme da Batgirl, assumiu o controle, reescreveu cenas e dirigiu diversas regravações para mudar o tom do filme, considerado pelos executivos da Warner mais pesado do que Batman vs Superman.

giphy (1)

Danny Elfman, trazido de volta à DC por Whedon, foi responsável por reformular a trilha sonora anteriormente definida por Zack Snyder. Para tanto, utilizou parte de sua experiência pessoal com o filme Batman (1989) e usou partes daquele tema para este filme. Ele também retrabalhou o tema de John Williams para Superman: O Filme (1978), nas cenas de Henry Cavill (Superman).

giphy (2)

Aliás, Henry Cavill é parte central de uma das controvérsias do filme. Devido a mudança sutil de tom do filme e a necessidade de regravações, o ator teve que ser chamado de volta ao estúdio. Porém, Cavill estava no processo de gravação de Missão Impossível 6, e o bigode de seu personagem não combinava em nada com o Homem de Aço. A Paramount, contratante mais recente do ator, recusou que ele tirasse o bigode para as regravações, então a solução foi retirar os pelos faciais do ator através de computação gráfica… o efeito não é dos melhores na película finalizada.

giphy (3)

Joe Morton, que faz Silas Stone nesse filme, já é um conhecido dos filmes de ação/aventura: Ele é o intérprete de Miles Dyson, o criador da Skynet em Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (1991). As semelhanças dos personagens são maiores ainda quando comparamos as criações dos dois: Ciborques metálicos com olhos vermelhos!

giphy (4)

No final Liga Justiça é um filme divertido. A ‘abrandada’ no tom do filme feita por Whedon é evidente na estória, deixando que pequenos toques de humor ajudem a trama pesada a não atrapalhar a experiência. É um filme de quase 2h que passa rápido aos olhos do espectador.

Porém, devido a necessidade de apresentar diversos personagens e plotlines e um único filme enfraquecem o resultado. Liga da Justiça seria um filme muito mais coeso e agradável se cada personagem já tivesse sido devidamente apresentado em seu filme solo, o vilão já fossem uma sombra crescente no horizonte dos heróis.

giphy (5)

Studio na Colab55
Igor Appolinario
Igor Appolinario

Nerd inveterado, ainda procura a Pergunta para a Vida, o Universo e Tudo Mais. Escreve sobre Cinema Nerd, pra divertir e informar o pessoal interessando em sempre quer saber um pouco mais.

Veja todos os posts de Igor Appolinario
Comentários
Follow my blog with Bloglovin