Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Perfis

Penélope Cruz: uma espanhola decidida

por Eric P. Sukys comentários

Nome Completo: Penélope Cruz Sánchez
Data de Nascimento: 28 de abril de 1974, em Alcobendas, Madri, na Espanha.
Três Filmes Essenciais: Carne Trêmula (1997), Volver (2006) e Vicky Cristina Barcelona (2008)
Signo: Touro

Salada de Cinema

Desde os tempos de escola, Penélope Cruz sempre teve opiniões fortes. Por causa disso, era comum vê-la questionando professores ou batendo de frente com alguns coleguinhas. Seja para o bem ou para o mal, seu gênio impetuoso e seu charme ajudaram a pavimentar o caminho para o sucesso no cinema.

Longe das aulas, a espanhola gostava de entreter a família reencenando comerciais de TV famosos. Mas sua primeira paixão não era atuar; a dança era mais importante na época. Penélope estudou Balé Clássico por nove anos no Conservatório Nacional da Espanha. Depois, ela foi para Nova York e participou de clipes musicais.

Segundo uma citação sua no site IMDB, ela só decidiu que gostaria de se tornar uma atriz depois de ver a performance de Victoria Abril no espetacular “Ata-me” (1989), do diretor espanhol Pedro Almodóvar. Sua estreia na sétima arte foi na comédia sombria “Jamón, Jamón” (1992), onde interpreta uma trabalhadora de chão de fábrica chamada Silvia. Em seguida, já emendou “Sedução”, lançado no mesmo ano, trabalho que ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Finalmente dotada de um certo pedigree no currículo, seu nome começou a ser mais procurado. Em 1997, aceitou o papel de Isabel Caballero no genial “Carne Trêmula”, de Almodóvar, tornando-se uma grande amiga do cineasta. O diretor que a inspirou a ser atriz agora era uma pessoa querida, capaz de alavancá-la até os holofotes internacionais.

A carreira internacional rendeu-lhe blockbusters medianos como “Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas” (2011), e “Vanilla Sky” (2001), uma cópia barata do incrível filme espanhol “Preso na Escuridão”. Mas foi sob a direção de Woody Allen em “Vicky Cristina Barcelona”, de 2008, que Penélope Cruz ganhou sua estatueta do Oscar, provando mais uma vez sua versatilidade e talento.

Studio na Colab55
Eric P. Sukys
Eric P. Sukys

Eric P. Sukys é jornalista e se entregou à sétima arte após crises existenciais. Atualmente, sua dieta básica consiste na Era de Ouro de Hollywood, Nouvelle Vague, filmes trash e cinema independente.

Veja todos os posts de Eric P. Sukys
Comentários
Follow my blog with Bloglovin