Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Perfis

Renée Zellweger, atriz de um personagem único?

por André Sobreiro comentários

Nome completo: Renée Kathleen Zellweger
Data de Nascimento: 25 de April de 1969, no Texas, Estados Unidos
Três filmes essenciais: O Diário de Bridget Jones (2001), Chicago (2002), Cold Mountain (2003)

Salada de Cinema

O sucesso pode ser sum problema. Se por um lado ser uma personagem de reconhecimento mundial te leva a outro patamar de oportunidades, por outro pode te deixar para sempre estigmatizado naquele papel. Mark Hamill? Luke Skywalker. Alicia Silverstone? Cher. E Renée Zellweger é, e para sempre será, Bridget Jones.

A texana, que começou a carreira em 1992 em papeis menores na TV – alguns inclusive sem sequer ser creditada – teve seu primeiro grande momento em 1996, ao participar de Jerry Maguire: A Grande Virada. A partir disso, Renée se envolveu em vários trabalhos, como O Impostor, Um Amor Verdadeiro e Eu, Eu Mesmo e Irene.

Mas em 2001, sua grande virada aconteceu. Do Texas para o Reino Unido, Zellweger assumiu a pele da jornalista atrapalhada em busca do amor Bridget. Foi um sucesso estrondoso e abriu muitas portas.

Até a continuação do filme, três anos depois, protagonizou o musical Chicago (um dos marcos da retomada dos musicais), a comédia Abaixo o Amor, emprestou sua voz para o filme O Espanta Tubarões e ainda esteve em Cold Mountain, que a levou a vencer o Oscar.

Mais uma Bridget e, até 2010, mesmo trabalhando bastante, os maiores destaques fora ceder a voz para Bee Movie e Monstros vs Alienígenas. Nada de muito impactante. O ano, além disso, marca o hiato de seis anos na carreira, segundo ela, por ter se cansado da própria voz.

A volta, além de Os Dois Lados da Justiça e do ainda inédito Same Kind of Different as Me, claro, foi para retomar Bridget Jones.

Studio na Colab55
André Sobreiro
André Sobreiro

Jornalista, daqueles que acredita no momento mágico em que as luzes do cinema se apagam e o filme vira a realidade

Veja todos os posts de André Sobreiro
Comentários
Follow my blog with Bloglovin