Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Prepare-se

Mulher Maravilha | Robin Wright, a Mulher-Maravilha

por André Sobreiro comentários

Mulher-Maravilha, claro, é cheio de mulheres incríveis. E se a gente fala em mulher incrível, tem que falar de Claire Underwood, digo, de Robin Wright.

Salada de Cinema

A atriz, que vive sua fase gloriosa na pele de Claire de House of Cards, tem um longo histórico como atriz. E em vários projetos que a gente adora e tem que rever para prestar mais atenção no talento da atriz. Em 1994 ela esteve em Forrest Gump: O Contador de Histórias como Jenny Curran. A atuação, aliás, rendeu sua primeira indicação ao Globo de Ouro.

Ao lado de seu ex-marido Sean Penn, ela esteve em Acerto Final, Crime Passional, à Beira do Caos e ainda Loucos de Amor, que trouxe o casal com John Travolta no filme de Nick Cassavetes.

Shayamalan foi outro que contou com a atriz em Corpo Fechado. Outro grande diretor que já trabalhou com ela foi Anthony Minghella, que a dirigiu ao lado de Jude Law e Juliette Binoche em Invasão de Domicílio.

E como esquecer de A Vida íntima de Pippa Lee, protagonizado por ela? Desde 2013, a atriz está em House of Cards, que rendeu três indicações ao Globo de Ouro, com uma vitória.

Mas Wright é bem mais que uma talentosa atriz. Em mais de uma entrevista ela afirma que deixou a carreira um pouco de lado – de maneira consciente – para cuidar dos filhos e, depois que retomou com tudo, engatou em uma briga pela igualdade de salários entre homens e mulheres, especialmente pelo seu tempo de cena na série ser equivalente ao de Kevin Spacey.

Além disso, recusou uma série de papéis – e quase recusou Claire – por não acreditar na personagem. Dizem que a personagem ganhou personalidade por exigência da atriz. Certíssima.

Studio na Colab55
André Sobreiro
André Sobreiro

Jornalista, daqueles que acredita no momento mágico em que as luzes do cinema se apagam e o filme vira a realidade

Veja todos os posts de André Sobreiro
Comentários
Follow my blog with Bloglovin