Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Colunas

cine mulheres: Anti-heroínas sim, por que não?

por Camila de Lira comentários
Salada de Cinema

Não adianta defender uma presença maior e melhor de mulheres nas telas e torcer o nariz quando elas aparecem com características pouco louváveis.

Não adianta discutir a profundidade – ou a falta dela – em papéis femininos e reclamar quando anti-heroínas protagonizam filmes e séries.

Se queremos assistir a mais mulheres, também temos que abrir espaço para as anti-heroínas. Afinal, o que seria do cinema se não fossem os heróis de moralidade dúbia? Onde estaria o cinema sem Michael Corleone, Charles Foster Kane, Travis Bickle, Ferris Bueller? Onde estaria a TV sem Tony Soprano, Walter White, Don Draper e Dexter Morgan?

Então, por que nos incomoda tanto uma Sophia Amoruso, uma Hannah Horvath, uma Miranda Priestly, uma Lisbeth Salander? E, principalmente, por que não há mais mulheres atuando nesse tipo de papel? Cadê o espaço das personagens absurdamente odiosas e carismáticas?

Faço aqui um manifesto, um apelo (de coração e alma) em favor das heroínas convencidas, confiantes, mimadas, egoístas, inescrupulosas, vaidosas, manipuladoras e moralmente duvidosas!

Studio na Colab55
Camila de Lira
Camila de Lira

Jornalista formada pela USP, é cinéfila desde os 4 anos de idade, quando assistia a filmes da Disney, da Turma da Mônica e de Chaplin.Sonha em acordar num musical ou em um filme de Fellini ou num clipe de David Fincher.

Veja todos os posts de Camila de Lira
Comentários
Follow my blog with Bloglovin