Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Críticas

Diversão família, sequência de “Guardiões da Galáxia” entrega o que promete

por Reinaldo Glioche comentários
Salada de Cinema

Sucesso até certo ponto surpreendente em 2014, “Guardiões da Galáxia” se viu como um dos lançamentos mais antecipados da temporada de blockbusters de 2017, que ele oficialmente abre com a estreia no Brasil nesta quinta-feira (27). Não é para menos. O primeiro filme, mais do que qualquer outro, comprovou a eficácia da famigerada fórmula Marvel e mostrou que a casa das ideias poderia ter o seu próprio “Star Wars”. Melhor para a Disney que controla todo esse parque de diversões.

“Guardiões da Galáxia VOL. 2” é um acerto de cabo a rabo. E que belo rabo, como talvez dissesse Drax, o grande alívio cômico do filme – se é que um filme com tantas piadas e com o sarcasmo em dia precisa de alívio – da sequência. Drax só não é o grande destaque aqui porque Baby Groot rouba todas as cenas em que aparece. Algo que já podíamos antecipar a partir dos trailers e que fica definitivamente claro na divertida, e musicada, cena dos créditos iniciais.

Salada de Cinema

A sequência começa com os Guardiões fazendo um bico para uma espécie que se tem em grande alta estima. Como Rocket (voz de Bradley Cooper) apronta das suas, eles acabam se dando mal. No entanto, eles são salvos por Ego (Kurt Russell), que se apresenta como o pai que Peter Quill (Chris Pratt) tanto procurou. É da relação deles dois e dos efeitos que ela provoca no restante do grupo que o volume 2 se resolve. Mas há muito mais.

Um dos grandes méritos dessa franquia idealizada por James Gunn com invejável liberdade é justamente a salada pop que ela ostenta. Espere por mais música, mais referências bacanérrimas à década de 80 e cameos (a moda gringa de falar de participações especiais) a rodo. “Guardiões da Galáxia”, para todos os efeitos, é o “Star Wars” dessa geração.

Studio na Colab55
Reinaldo Glioche
Reinaldo Glioche

Jornalista e cinéfilo, não necessariamente nesta ordem. Respira cinema, ama filmes e fala sobre tudo, mas no Salada escreve sobre sexo. Lembre-se: We´ll always have Paris

Veja todos os posts de Reinaldo Glioche
Comentários
Follow my blog with Bloglovin