Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Colunas

cine mundo: Oscar 2017: Melhor Filme Estrangeiro Parte III

por Caio Cesar comentários

Quando acreditamos que não podemos mais ser surpreendidos, uma reviravolta política estremece uma base que já não é tão firme, o Oscar 2017. Isso porque o presidente Donald Trump assinou uma ordem executiva que proibirá temporariamente vistos para pessoas de vários países muçulmanos, incluindo o Irã. Mas o que isso tem a ver com os indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro?

Leia também:
Oscar 2017: Melhor Filme Estrangeiro – Parte I
Oscar 2017: Melhor Filme Estrangeiro – Parte II

Se a proibição irá afetar de alguma forma o resultado do Oscar, não podemos afirmar com certeza. Seria capaz a Academia usar a premiação para manifestar sua insatisfação com o novo governo? Talvez. Digo isso porque por mais conservadora que seja a Academia, ela pronunciou-se sobre o banimento:

“A Academia celebra a conquista na arte de fazer cinema, que busca transcender fronteiras e falar com audiências em todo o mundo, independentemente de diferenças nacionais, étnicas ou religiosas. Como defensores de cineastas e dos direitos humanos de todas as pessoas em todo o mundo, achamos extremamente preocupante que AsgharFarhadi, diretor do filme vencedor do Oscar do Irã A Separação, juntamente com o elenco e equipe do indicado ao Oscar deste ano O apartamento, poderia ser impedido de entrar no país por causa de sua religião ou país de origem. ”

Salada de Cinema

AsgharFarhadi, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2012

Aclamado pela crítica O Apartamento com certeza poderia levar o prêmio para casa, porém os juízes poderiam reagir de forma negativa ao pensar que Farhadi acabou de ganhar o prêmio por outro filme. A grande questão que fica é se essa seria essa a grande chance da Alemanha levar a estatueta com Toni Erdmann– uma comédia alemã de 3 horas de duração – ou seria a derrota definitiva de todos os outros concorrentes para o iraniano O Apartamento? O que nos resta é fazer nossas apostas e aguardar a premiação para saber se a Academia optou pelo caminho tranquilo ou turbulento.

Studio na Colab55
Caio Cesar
Caio Cesar

"Filme grego de novo, Caio?" Sim, eu sou desses mesmo. Um curioso definitivo pelo cinema. Se não for grego, vai ser tcheco, japonês, italiano ou francês, e se reclamar, vai ser iraniano! Pra mim, cinema é espelho, retrato e sequela.

Veja todos os posts de Caio Cesar
Assuntos:
Comentários
Leia Também
Follow my blog with Bloglovin