Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Prepare-se

Silence | Cine Remix – Jesuítas do Barulho

por Henrique Balbi comentários

Salada de Cinema
Créditos da imagem: Keryma Lourenço

– …e, por último, o seguinte: esse projeto novo do Scorsese, vou te falar que não me agradou muito, não. Japão é bom, atrai público, aproveita a onda do Naruto, Dragon Ball ou sei lá o que a molecada assiste hoje, mas jesuíta? Assim vocês complicam minha vida. Ele faz questão? Ok, então faz assim: fala que eu faço questão também, que tem que mudar, vou até sugerir umas coisinhas – ouve só:

E se fosse um musical? É, aí quebraria esse tom sério e empolado que os padres têm por aí. Até um título eu tenho já: “Silence – Jesuítas do Barulho”. Hein? Eu fiquei sabendo de um padre cantor no Brasil, é um mercado grande, Jesus vende bem lá, que tal? “Jesus Cristo, eu estou aqui”, imagina o Liam Neeson dançando! Sem contar que o Adam Driver eu sei que canta bem. Meio Jesus Cristo Superstar, não?

É verdade, talvez o Scorsese ache ruim. Vou ser sincero: o que eu queria mesmo era aproveitar essa chuva de filme de “Star Wars” e entrar na onda. A gente tem o Adam Driver, tem o Liam Neeson, tem os dois vestindo aquele roupão de padre que parece tanto com a roupa dos jedis… Tô te falando: era só botar um sabre de luz na mão de cada um, o elenco e o figurino estão prontos! Fala lá com o Scorsese, convence ele a reatar com o George Lucas, vai…

Sim, melhor pensarmos em outra coisa. Ainda aproveitando o “2 Jesuítas do Barulho” – não pode ser uma comédia? Meio “Débi & Lóide”? Faz o Adam Driver meio pateta, ele se enrolando com a batina, tropeçando, e o Andrew Garfield tentando consertar… Ou meio comédia juvenil: dois jovens padres que enchem a cara com vinho da missa e vomitam em plena Eucaristia. “Eis o corpo de Cristo”. Levam uma bronca tremenda do Liam Neeson no sermão, hein? Não gosta?

Um triângulo amoroso entre eles está fora de cogitação? Ok. Nem se… Tá bom, tá bom, deixa pra lá.

Olha, então manda ele fazer do jeito que quiser, vai. Só estava tentando ajudar. Mas fala para ele que eu exijo uma contrapartida: manda ele enfiar o papa Francisco nesse filme de algum jeito. Quero nem saber. Ele é carismático, faz sucesso na internet, todo mundo elogia, das musas hipster às beatas vintage. Bota ele numa ponta, nem que seja, sei lá, professor de judô ou samurai. E pede para abençoar o filme, que para vender isso aí só com milagre!

Studio na Colab55
Henrique Balbi
Henrique Balbi

Viu filmes demais e deu nisso: acha que eles fazem pensar, mudam o mundo, comovem e divertem. Agora escreve sobre cinema até não poder, sem pudor de misturá-los no Cine-Remix. Onde já se viu.

Veja todos os posts de Henrique Balbi
Comentários
Follow my blog with Bloglovin