Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Colunas

cine nerd: Rogue One: Uma História Star Wars

por Igor Appolinario comentários

“We have hope. Rebellions are built on hope!.” – Jyn Erso (Felicity Jones).

Salada de Cinema

Olá Nerds!

O Universo Expandido de Star Wars finalmente chegou aos cinemas! Com Rogue One: Uma História Star Wars (Rogue One, 2016), a Lucasfilms/Disney começa a contar estórias que permeiam e até antecedem e criam a base para alguns dos Episódios ‘oficiais’ da Saga Star Wars.

Aqui Gareth Edwards (o diretor do mais recente remake de Godzilla – 2014), comando o time formado por Felicity Jones (Jyn Erso), Diego Luna (Capitão Cassian Andor), Alan Tudyk (K-2SO), Donnie Yen (Chirrut Îmwe), Wen Jiang (Baze Malbus) e Riz Ahmed (Bodhi Rook), agentes da Aliança Rebelde que são enviados para roubar os planos da Estrela da Morte, a grande nova arma do Império que está sendo construída pelo pai de Jyn, Galen Erso (Mads Mikkelsen) e supervisionada pelo ambicioso Diretor Krennic (Ben Mendelsohn).

Salada de Cinema

O responsável pelo figurino David Crossman confirmou em entrevista que eles pegaram todo o material possível do arquivo da LucasFIlms dos Episódios IV, V e VI (sim, aqueles dos anos 80!) e usaram em Rogue One. Muitos dos figurinos dos pilotos rebeldes e dos oficiais do Império são os mesmos que já vimos na Trilogia Clássica!

No Star Wars original (aquele de 1977), os heróis são mostrados em frente ao templo de Yavin IV, o planeta-base da Aliança Rebelde. O templo em si era uma pintura, mas o resto do cenário foi filmado em Cardington Sheds, em Bedfordshire na Inglaterra. Rogue One fez o esforço de ir para a mesma locação e filmar além das cenas externas, fazer a construção do interior da base rebelde na cidade.

Dentro da base, diversas naves X-Wings e Y-Wing são recortes de papelão usados para preencher o galpão a distância. Uma homenagem a mesma técnica usada em Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança (1977).

Salada de Cinema

Uma inovação para o Universo Star Wars: Rogue One é o primeiro filme da franquia a mostrar na tela o nome dos planetas onde os personagens aterrisam. Até então os nomes são mencionados apenas em diálogos.

Genevieve O’Reilly retorna ao universo Star Wars como Mon Mothma, reprisando o papel de Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith (2005). Infelizmente, de todas as cenas que ela gravou para o filme final da Trilogia Prólogo, apenas uma sobreviveu a edição.

Em uma cena nos hangares de Yavin IV, ouvimos pelos alto-falantes alguém chamando por “General Syndulla”. Essa é uma referência aos personagens Cham e Hera Syndulla, pai e filha envolvidos na Rebelião, vindos dos desenhos animados Star Wars The Clone Wars (2008) e Star Wars Rebels (2014). Saw Gerrera, o personagem de Forest Whitaker, é cotado a aparecer nos próximos episódios de Rebels, que trata de acontecimentos de alguns anos antes de Rogue One

Salada de Cinema

Gareth Edwards ficou tão empolgado com o review extremamente positivo de George Lucas para Rogue One que postou em seu twitter: “Foi uma das avaliações mais importantes para mim, ele é tipo Deus. Vou levar essa conversa para o túmulo, a opinião dele significa o mundo para mim!”.
Depois de uma aparição pela metade em Star Wars: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens, 2015), essa é a primeira vez que vemos pra valer o efeito especial do “Pulo para o Hiperspaço” (as estrelas se alongando e formando um caminho de luz) feito por uma nave espacial desde O Retorno de Jedi (1983) – 33 anos!

Salada de Cinema

O nome da personagem Jyn Erso é especulado ser uma referência a Jan Ors, personagem do video game Star Wars: Dark Forces (1995). Na primeira missão do game, Ors e Kyle Katarn são os responsáveis por pegar os planos da Estrela da Morte.

Uma curiosidade final: Dois Stormtrooper na praia de Scarif são ouvidos conversando sobre a nave T-16 sendo aposentada. Essa é uma referência a Uma Nova Esperança (1977), quando Wedge Antillies, amigo de Luke Skywalker, menciona a nave em suas aventuras em seu planeta natal. A nave T-16 Skyhopper foi incluída como um bônus do jogo Star Wars: Rogue Squadron do Nintendo 64.

Salada de Cinema

Até a próxima com mais Cine Nerd!

Studio na Colab55
Igor Appolinario
Igor Appolinario

Nerd inveterado, ainda procura a Pergunta para a Vida, o Universo e Tudo Mais. Escreve sobre Cinema Nerd, pra divertir e informar o pessoal interessando em sempre quer saber um pouco mais.

Veja todos os posts de Igor Appolinario
Comentários
Follow my blog with Bloglovin