Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Colunas

cine mundo: Horror, capicce?

por Caio Cesar comentários

Acho que o título já deixou claro para onde vamos, não é? Mas o que quero deixar mais claro ainda, antes de adentrarmos a obra, é a diferença entre terror e horror. Para sabermos essa diferença não precisamos ir muito longe. O Wikipédia diz que terror está ligado ao estado de ansiedade, medo e expectativa que antecede uma experiência horrível. Enquanto, o horror é o sentimento de repulsa que geralmente ocorre depois que algo assustador é experimentado, visto ou ouvido. Ou seja, o horror ocorre logo após uma experiência terrível.

Salada de Cinema

Sabendo essa diferença, eu fui lá na Itália buscar um filme de horror que é uma verdadeira obra de arte que nos fascina a cada frame que passa na tela, Suspiria (1977). Pode procurar, toda lista digna de filmes de horror terá esse clássico italiano elencado, pois é um dos filmes esteticamente mais impressionante que já passou no cinema.

Dirigido por Dario Argento, cineasta conhecido pela sua influência no horror moderno, Suspiria tornou-se um dos filmes mais bem sucedido do diretor, recebendo críticas positivas principalmente pelo apelo visual e pelas cores vibrantes usadas. Cores que refletem os segredos obscuros da escola de ballet e simbolizam a dualidade mostrada ao longo da narrativa.

Salada de Cinema

O longa é uma daquelas produções que deixam o expectador em dúvida se ele está presenciando um sonho ou realmente está acontecendo o que se passa diante de seus olhos. A sinopse em si é muito simples, o filme conta a história de Suzy Bannion (Jessica Harper), uma bailarina que se muda para Itália para estudar em uma das mais famosas academias de artes. Contudo, na noite em de sua chegada, Pat Hingle (Eva Axen) é vista fugindo horrorizada da escola, sendo assassinada brutalmente logo depois do acontecido. A partir daí estranhos eventos começam a acontecer: vermes caindo do teto, pessoas desaparecendo e sendo assassinadas, ou seja, algo sinistro rondava os corredores da escola de Ballet.

Salada de Cinema

Bom, como eu não gosto de estragar a história do filme para vocês, por isso prefiro focar em outros elementos que transformaram essa obra num clássico do cinema. A trilha sonora, por exemplo, foi feita pela banda de rock progressivo Goblin e é considerada a melhor trilha sonora feita para um filme de horror.

As fotografia e iluminação do filme funcionam em perfeita harmonia com a pesadíssima trilha sonora, criando uma atmosfera de mal iminente nunca sentida antes em um filme do gênero. E se for verdade que Argento teria dito que seu desejo era fazer um filme que fosse semelhante a um pesadelo, o êxito é evidente.

Studio na Colab55
Caio Cesar
Caio Cesar

"Filme grego de novo, Caio?" Sim, eu sou desses mesmo. Um curioso definitivo pelo cinema. Se não for grego, vai ser tcheco, japonês, italiano ou francês, e se reclamar, vai ser iraniano! Pra mim, cinema é espelho, retrato e sequela.

Veja todos os posts de Caio Cesar
Comentários
Follow my blog with Bloglovin