Salada de Cinema

Notícias, entrevistas, perfis e muito mais de tudo que acontece no mundo do cinema.

Salada de Cinema
Colunas

made for TV: The Girl

por Heitor Machado comentários

The Girl

Em 2012 Hitchcock esteve em alta. O Mestre do Suspense teve dois longas inspirados em sua vida, Hitchcock, para o cinema, mostrando os bastidores de Psicose e The Girl, feito para a televisão, mostrando os bastidores de Os Pássaros. Apesar da temática parecida, ambos são bem diferentes.

The Girl, basicamente, narra a produção de Os Pássaros e o envolvimento de Tippi Hedren, atriz até então desconhecida, com o diretor, que acabou se apaixonando por ela. Interpretado por Toby Jones (mais famoso por emprestar sua voz ao elfo doméstico Dolby em Harry Potter), o Hitchcock aqui é muito mais perverso que o amável diretor da versão pro cinema. Aqui, ele tenta conquistar a atriz desconhecida, oferecendo camarim, champagne e todas as regalias das estrelas de cinema. Afinal, o diretor realmente achava que ela poderia ser a nova Grace Kelly.

Infelizmente as coisas não funcionam tão bem. Enquanto Alma tem grande destaque no filme para o cinema, aqui ela não funciona muito bem. Um disperdício, já que Imelda Staunton, a Dolores Umbridge de Harry Potter, é excelente. Mas é de se admitir que o filme é corajoso ao mostrar um lado do diretor até então ignorado por grande parte dos fãs. Não é por acaso que o filme recebeu diversas críticas negativas.

Sienna Miller, por sua vez, desempenha bem o papel da atriz, ainda que não possua a beleza da original. Mas se sai bem, mostrando o amadurecimento como atriz durante a realização do longa, e sofrendo os constantes abusos, tanto sexuais quanto psicológicos, todos infligidos pelo diretor.

Ainda que não se saiba o que é verdade ou mentira, sabemos que o filme foi inspirado por uma entrevista que a própria atriz deu. É corajoso admitir um lado perverso do diretor que, supostamente, disse que atores deviam ser tratados como gado. Ainda que Tippi Hedren o tenha acusado de acabar com sua carreira, não se pode negar a genialidade do mesmo.

The Girl é um bom filme. Assim como seu irmão Hitchcock, é competente, mesmo contando com um elenco pouco conhecido e com um orçamento muito reduzido. Mas como eu sempre defendo, cabe ao espectador decidir no que quer acreditar.

Studio na Colab55
Heitor Machado
Heitor Machado

Quando criança, queria ser diplomata; quando adulto, queria fazer cinema. Com ele é sempre tudo ao contrário. Desempregado, bacharel em Cinema, e apaixonado por todas as áreas. Já fez uns curtas aqui e ali, como Diretor ou Assistente de Arte. Nunca viu Bergman e Truffaut o suficiente, nem a Trilogia Qatsi. Gosto de falar de televisão, mas isso não quer dizer que só fale disso.

Veja todos os posts de Heitor Machado
Comentários
Follow my blog with Bloglovin